Nosso Rio Guri

Nosso Rio Guri

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Palestras pela Semana do Meio Ambiente 2017

O Projeto do Rio Guri foi convidado pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul IFRS/Canoas para participar da 7ª Semana do Meio Ambiente, com palestras no dia 29 de junho de 2017, através do aluno Sady Silva e do Professor Alexandre Tadachi Morey. 

O evento organizado pelo Projeto Metamorfose recebeu os integrantes do Projeto Arroio Araçá - Rodrigo, Jaqueline e Inês - que visitaram o local onde fica no Campus uma das nascentes do Arroio Araçá. A Professora Maria Inês Pacheco apresentou material histórico/geográfico e sobre ações de educação ambiental realizadas, contribuindo com reflexões de conscientização ambiental e sustentável em nosso cotidiano, objetivo da semana.

Agradecemos o convite, a oportunidade, a acolhida, a certificação e o mimo - uma bela muda de araçá, símbolo de nossa luta ambiental.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

SOS Peixinhos

A oficina infantil SOS PEIXINHOS apresenta um cenário onde as crianças podem circular, visualizar e debater sobre relevo, fauna e flora, nascentes, lagos, arroios e rios até o mar. Nesta demostração são colocados resíduos diversos e simulado desmatamento, chamando atenção para as problemáticas que atingem os seres vivos e a natureza.











A oficina vem sendo desenvolvida em escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental Séries Iniciais, em Associação de Bairros, Cooperativa de Reciclagem e Feira do Livro, envolvendo crianças de várias idades que demostram conhecimentos sobre as diferenças entres os animais terrestres e os da água doce e água salgada. 
Uma variedade de formas de vida presentes na natureza são exemplificadas e com contação de história é provocado debate auxiliando na leitura sobre os diversos meios. Os animais expostos através de brinquedos faz com que fique curiosa e divertida a explanação, a ponto de, muitas vezes, as crianças 'mergulharem' no cenário.






Na semana da Biodiversidade (22/05) e da Mata Atlântica (27/05) os projetos do Rio Guri e BiodiverCidade se reuniram com a CooArlas e Zoo Sapucaia fazendo debate e trocas sobre as metodologias e materiais utilizados nas exposições. E o cenário do SOS Peixinhos ficou mais rico e bonito. Esse movimento deu início aos vários eventos pelo dia Mundial do Meio Ambiente (05/06) no mês de Junho/2017, entre eles o oferecimento da oficina.
video




sábado, 10 de junho de 2017

A Cidade e o Cuidado de TODOS

Plenária na Câmara de Vereadores na Semana do Meio Ambiente. Importante abordagem da limpeza das valas e arroios, que, não sendo a mesma coisa, contribuem com a drenagem das águas da chuva, pois escoam de forma natural (arroios) ou de forma artificial (vala construída) seu fluxo.


Arroios, nascentes, lagos são áreas de preservação permanente defendidas pela legislação, nacional e local. 
Com a urbanização e crescimento rápido das cidades há grande impacto ambiental pela transformação da geografia, afetando o ciclo das águas e causando diversas consequências ao relevo,  à flora, à fauna, ao clima...
Porém, uma realidade era o Progresso nos anos de 1800 e 1900, outra, é no século XXI. Atualmente o tema linkado ao desenvolvimento é a SUSTENTABILIDADE, em vista das conhecidas problemáticas. O conhecimento e tecnologia disponíveis nos apresentam alternativas de equilíbrio entre as necessidades da cidade e as da natureza, que faz parte historicamente de seu cenário.

Drenagem não é somente escoamento das águas em volume e rapidez, mas, também, sua retenção em diversas formas, para que infiltrem naturalmente auxiliando na filtração natural. 
O desafio moderno da gestão das cidades e ocupação do solo está organizado nos Planos Diretores no intuito de organizar, orientar e compatibilizar necessidades e interesses públicos.
PLANO DIRETOR 2015 - Lei 5961 11/12/2015 
Data de Inserção no Sistema LeisMunicipais: 03/01/2017

Quais são as áreas de Interesse Natural/Ambiental?


Código Municipal do Meio Ambiente - Lei 4328 23/12/1998
Data de Inserção no Sistema LeisMunicipais: 26/01/2016

Leis locais deve ser conhecidas e reconhecidas para o estabelecimento de medidas necessárias a serem tomadas por todos, na corresponsabilidade sócio-ambiental, pois TODOS SOMOS A CIDADE, com a sua necessária aplicação. Referente ao tema importante destacar:
  • A manutenção de praças, parques e banhados, que são recursos naturais importantes, também pela continuidade da fauna e flora local, buscando o incentivo ao morador que contribui com espaços ecológicos para a cidade.
  • A ampliação e aplicação urgente da lei da CALÇADA ECOLÓGICA, uma vez que estamos impermeabilizando demasiadamente a cidade.   https://leismunicipais.com.br/a/rs/c/canoas/lei-ordinaria/2009/547/5468/lei-ordinaria-n-5468-2009-dispoe-sobre-calcadas-ecologicas-em-areas-residenciais-no-municipio-de-canoas?q=cal%E7ada%20ecol%F3gica
  • Nossa cidade possui coleta seletiva e ecopontos em todos os seus quadrantes, não é admissível que estejamos pagando para enviar quantidade imensa de lixo para depositar em outro local e despejando em esquinas, terrenos baldios e ruas, que vão parar dentro das valas e arroios, obstruindo a passagem das águas, contribuindo com enchentes.
  • Quais são as técnicas e incentivo ao armazenamento da água da chuva para aproveitamento e contribuição na drenagem e evaporação?
  • Os canteiros centrais entre avenidas devem servir de vias de drenagem e estão sendo totalmente impermeabilizadas, descumprindo parte de seu objetivo.

Meio Ambiente?

Ambiente Inteiro = 
Meio Ambiente Natural + Meio Ambiente Urbano Equilibrados



O Plano Diretor é de TODOS - Ministério das Cidades - Cartilha

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Bacia do Araçá objeto de estudos da ULBRA

O Curso de Engenharia Civil da ULBRA está iniciando estudos e pesquisa na Bacia do Arroio Araçá com parceria dos projetos ambientais Arroio Araçá Nosso Rio Guri e BiodiverCidade.


POTENCIALIDADES DE DIAGNÓSTICO
(ONDE, QUANTO, QUEM, COMO...)
CONDIÇÕES ORIGINAIS X ATUAIS
OCUPAÇÃO DE FATO X OCUPAÇÃO PLANEJADA
APP ORIGINAL X APP ATUAL
SISTEMA DE DRENAGEM
SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO
RESÍDUOS SÓLIDOS
SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA
FRAGILIDADES / OPORTUNIDADES

ENGEPRAXIS ULBRA/CANOAS - AÇÕES EM SANEAMENTO AMBIENTAL

Objetivo Geral
Prestar apoio para elaboração de soluções em saneamento ambiental (água, esgoto, resíduos sólidos e drenagem urbana), para o desenvolvimento sustentável das comunidades, visando a melhoria da qualidade de vida, através da contribuição do desenvolvimento de uma consciência voltada à sustentabilidade
Resumo
Com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade de vida da comunidade dos municípios de Canoas e Nova Santa Rita, o projeto ENGEPRAXIS visa identificar as necessidades e soluções em saneamento ambiental (abastecimento de água, esgotamento sanitário, resíduos sólidos e drenagem urbana).
A metodologia adotada na primeira etapa, a ser desenvolvida em 2017, envolve a coleta de dados primários e secundários, pesquisas qualitativas, concepção de projetos e soluções de maneira integrada com a comunidade.
O produto a ser gerado nesta fase possibilitará demonstrar o diagnóstico do saneamento ambiental (SAA, SES, RSU, e drenagem) na área de abrangência e tem como relevância social a contribuição para o desenvolvimento de uma consciência voltada ao saneamento ambiental na comunidade envolvida.
Comunidade / Público Alvo
Neste primeiro ano do projeto, que visa a elaboração do diagnóstico do saneamento ambiental nos municípios de Canoas e Nova Santa Rita, o público alvo pode ser definido como a comunidade residente nesta área.
Metodologia
Serão aplicados questionários com referência espacial (coleta de dados primários georreferenciados) relacionados às carências e riscos associados à falta de saneamento;
O fechamento dos diagnósticos do saneamento ambiental será realizado através de ferramentas de geoprocessamento, onde os dados pertinentes ao tema serão contemplados em uma planilha de análise, que vai apontar informações conclusivas em termos de "onde", "quanto", "quando", "como" e "por que" se encontram no estágio identificado;
Ao longo da elaboração do projeto e sempre que se tenham informações do avanço do trabalho serão divulgadas as ações concretas e seus resultados, através de ferramentas de T.I. e redes sociais disponibilizadas pela ULBRA;
Pretende-se realizar o fechamento do diagnóstico através de um evento público onde serão apresentadas imagens das ações concretas de coleta de dados e de contribuição para conscientização da comunidade envolvida acerca da importância do convívio harmônico com os recursos hídricos, através do manejo sustentável das águas urbanas.

A primeira reunião aconteceu na ULBRA em 04 de Abril de 2017, e a segunda, de apresentação, no dia 25 de abril na Associação de Moradores do Residencial Hércules.


sexta-feira, 19 de maio de 2017

Parceria pela Natureza de Canoas

Os projetos Arroio Araçá Nosso Rio Guri, BiodiverCidade, Disponibilidade e Conservação da Água reúnem-se sistematicamente para desenvolver metodologias e saídas a campo no intuito de reunir informações e imagens, realizando ações de sensibilização para proteção da biodiversidade de Canoas.
Ilha das Garças Parque Delta do Jacuí

Representantes dos projetos participam de encontros nos Comitês de Bacias do Guaíba, Rio dos Sinos e Gravataí, além do Comitê do Arroio Sapucaia. 

A Bacia Hidrográfica do Arroio Araçá é um dos pontos de estudos e os materiais estarão sendo disponibilizados.





Ponto de Captação de água em Canoas e região de banhados e nascente da Cidade.



Foz do Araçá no Parque Delta do Jacuí.

Conversando com moradores no entorno das nascentes.


Encontro dos Projetos  com equipe da SMMA em uma saída a campo - Maio/17. 



Para acompanhar visite as páginas no facebook:

https://www.facebook.com/Arroio-Ara%C3%A7%C3%A1-Nosso-Rio-Guri-272889616494303/

https://www.facebook.com/BiodiverCidade1/

https://www.facebook.com/disponibilidadeeconservacaodaagua/